Máscara criada em Portugal inativa a Covid-19

Atualizado: 1 de Dez de 2020

É uma inovação a nível mundial e é portuguesa. A primeira máscara com capacidade de inativação da Covid-19 nasceu de projeto que agrupa a comunidade empresarial, académica e científica.




Numa iniciativa pioneira, a Adalberto – estampagem têxtil, a MO – Modalfa Comércio e Serviços S.A., o Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes (IMM), o Centro Tecnológico Têxtil e Vestuário (CITEVE) e a Universidade do Minho, juntaram-se para conceber a primeira máscara com propriedades antimicrobianas. Desenvolvida a partir de têxteis técnicos com quatro camadas distintas, a MOxAD-Tech (nível 2) é impermeável e reutilizável, ou seja, protege os seus utilizadores contra a Covid-19 e o meio ambiente.

Segundo fonte do IMM, o revestimento “neutraliza o vírus SARS-COV-2 quando este entra em contacto com o tecido, efeito que se mantém mesmo depois da realização de 50 lavagens”, reduzindo em cerca de 99% a carga viral ao fim de uma hora de contacto com o vírus.

As máscaras são comercializadas em Portugal e na União Europeia, tendo um custo de 10€.



Mais informações em:

1. https://www.publico.pt/2020/07/25/ciencia/noticia/primeira-mascara-inactiva-novo-coronavirus-criada-portugal-1925856

2. https://mo-online.com/pt/lp-produtos-antimicrobianos/Home.html

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo